sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

SEXTA DE CULTURA

Chegou o Natal, momento de reflexão sobre como agimos no decorrer do ano e como deveremos agir no futuro.

Hora de alegria, solidariedade, amor, paz entre muitos outros sentimentos que devemos manter e fazer prevalecer em todos os nossos dias.

Desejamos a todos um ótimo natal.

Nesta semana apresentamos para nossos leitores uma obra do bacharel em direito Vinícius de Moraes.




Poema de Natal


Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos –
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.

Assim será a nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos –
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.

Não há muito que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez, de amor
Uma prece por quem se vai –
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.

Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte –
De repente nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente.


quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Campanha de Natal 2010: VISITA AO LAR MARIA TERESA

No último sábado, dia 20/12, os membros no Núcleo OAB Jovem Londrina deram continuidade à Campanha de Natal 2010, visitando o Lar Maria Teresa.

Os idosos que lá residem foram presenteados com mini panetones, os quais retribuíram compartilhando suas histórias e experiência.

Com as imagens desse encontro de diferentes gerações, desejamos a todos os membros, assim como àqueles que nos acompanham através deste blog, um FELIZ NATAL!









segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

SEXTA DE CULTURA


Infelizmente, nossa seção cultural encontra-se em atraso novamente, peço desculpas aos nobres leitores.

Esta semana apresentaremos uma obra do advogado Miguel Reale, criador da Teoria Tridimensional do Direito.

Apreciem sem moderação. Boa semana a todos.




À PROCURA


Tanto cuidei das coisas deste mundo

buscando para os outros um caminho

que me sinto perplexo e sem rumo

à espera de uma curva e de um ninho.


Em que pedra encostar minha cabeça

na ilusão do travesseiro fofo?

Feliz seria nunca mais ter pressa

fitando o perto e o longe do horizonte!


Talvez o velejar das tentativas,

buscando em vão um porto, seja o sino

que esperava escutar em meu destino.


mas que me vale a rosa azul dos ventos

nessa aventura pelo mundo afora

se minha sina só a percebo agora?



Miguel Reale

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

NOVIDADE: Agenda disponível no Blog!

Agora é possível consultar as datas de todas as reuniões do Núcleo OAB Jovem Londrina, assim como de todos os demais eventos que serão realizados em 2011, na agenda compartilhada no blog!

Ela pode ser encontrada no final desta página, e será atualizada constantemente!

Acompanhem!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

ENTREGA DOS PRESENTES ARRECADADOS NA CAMPANHA DE NATAL


No dia 08 de dezembro, o coordenador e os membros do Núcleo Jovem de Londrina, compareceram à festa de final de ano do Centro de Educação Infantil Maria Helena de Castro Costa Januário, no Conjunto Parigot de Souza, para acompanhar a entrega dos presentes arrecadados na Campanha de Natal.

Agradecemos a todos que contribuíram para o sucesso da campanha, advogados ou não. Postamos aqui algumas fotos do evento, para que possam conferir por si a alegria que os senhores proporcionaram àqueles pequenos.





















segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

PRISÃO PREVENTIVA, A EXCEÇÃO QUE SE TORNOU “REGRA” NO BRASIL CONTEMPORÂNEO

O tema proposto buscará resgatar as lembranças de gerações que nos antecederam e enfrentaram o fascismo, o comunismo e a ditadura militar, não apenas com mísseis e tanques, mas com alianças robustas e convicções duradoras. 

Eles compreendiam que o poder sozinho não pode nos proteger e nem nos dá o direito de fazer o que quisermos. Em vez disso, eles sabiam que nosso poder cresce por meio de uma utilização prudente; nossa segurança emana da justiça de nossa causa, da força do nosso exemplo, das qualidades temperantes da humildade e do autocontrole.

Só os cínicos não compreendem que o contexto mudou totalmente – que os argumentos jurídicos arcaicos que nos consumiram por tanto tempo já não se aplicam. A questão que se lança não é se o nosso poder jurisdicional é ágil ou não, mas se ele funciona, se ele ajuda as famílias a exercerem os seus direitos contidos no artigo 5º da Constituição da República, como por exemplo: moradia, alimentação, educação, trabalho e saúde, etc.

Neste postulado, por aqueles que gritam e ninguém os ouve, é que surgiu o tema aqui proposto. A prisão preventiva determinada no curso do processo penal é, muitas vezes, mais rigorosa do que a própria pena imposta ao acusado, fato este conhecido por aqueles operadores do direito que militam com o direito penal e que é extremamente nefasto ao individuo quando não observado de forma correta os preceitos legais.

O presente artigo visa apenas fomentar os pontos controvertidos relacionados à prisão preventiva, bem como demonstrar a necessidade de uma melhor interpretação dos dispositivos infraconstitucionais à luz da Constituição da República Federativa do Brasil.

Em tempo, faz-se necessário, no Brasil contemporâneo, um estudo crítico e aprofundado da Prisão Preventiva diante de diversas mazelas que têm ocorrido em face de sua irregular aplicação, ad exemplum: a 6ª Vara Criminal de Londrina, Estado do Paraná, que recebeu o nome de Maria da Penha por tratar de processos envolvendo violência doméstica contra a mulher, em funcionamento desde o dia 05.10.2010, já conta com mais de 60 (sessenta) prisões preventivas decretadas até a presente data (10.12.2010). Aí, é claro que temos que se perguntar: será que realmente todas as decretações das preventivas eram caso de exceção a regra a Liberdade?!

A prisão preventiva tem que ser tratada como medida cautelar de exceção, e não como uma antecipação de cumprimento de pena para amenizar o clamor da sociedade, o que flagrantemente viola os princípios pétreos contidos no artigo 5º da Constituição da República Federativa do Brasil inerentes à pessoa humana, bem como vergasta com o princípio da presunção de inocência e o devido processo legal, entre outros, colocando em risco assim, o próprio Estado Democrático de Direito.

Por ora, mesmo que tratado de maneira breve e objetiva o tema aqui proposto, acreditar-se-á, estar demonstrado a necessidade de enfrentarmos mais do que nunca, a aplicação da Prisão Preventiva no Brasil, pois estamos em pleno século XXI, e ainda não temos garantidos em nosso dia a dia, a aplicação das cláusulas pétreas constitucionais inerentes a todos os brasileiros.

MÁRIO FRANCISCO BARBOSA – Advogado - Especialista em Direito Constitucional

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

SEXTA DE CULTURA


Apresentamos hoje para vocês uma releitura da poesia de Gonçalves Dias, postada neste blog anteriormente.

Trata-se da obra de José Ribamar Ferreira, também conhecido como Ferreira Gullar, chamada "Nova Canção do Exílio"

Entre aqui para conhecer mais o trabalho deste grande poeta.






Nova Canção do Exílio


Minha amada tem palmeiras
Onde cantam passarinhos
e as aves que ali gorjeiam
em seus seios fazem ninhos
Ao brincarmos sós à noite
nem me dou conta de mim:
seu corpo branco na noite
luze mais do que o jasmim
Minha amada tem palmeiras
tem regatos tem cascata
e as aves que ali gorjeiam
são como flautas de prata
Não permita Deus que eu viva
perdido noutros caminhos
sem gozar das alegrias
que se escondem em seus carinhos
sem me perder nas palmeiras
onde cantam os passarinhos

http://www.youtube.com/watch?v=_PhIm8aW89w

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

SEXTA DE CULTURA


Infelizmente, não tivemos tempo de postar a nossa matéria cultural na sexta-feira passada.

Porém, para que os nobres leitores não fiquem desamparados, segue nesta quinta, o sexta de cultura da semana passada.

Estamos aceitando sugestões para amanhã. Participe, contribua com o blog.

Hoje apresentamos para vocês uma obra do bacharel em direito Gonçalves Dias.


Canção do exílio

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer eu encontro lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar –sozinho, à noite–
Mais prazer eu encontro lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;

Sem que disfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Gonçalves Dias

REDUÇÃO DE PROCESSOS CRIMINAIS EM LONDRINA

A matéria exibida pela RPCTV, no dia 01/12/2010, demonstra que os processos de competência do Tribunal do Júri em Londrina tiveram uma redução drástica, graças ao trabalho de advogados, juízes, promotores e demais serventuários.

Entre os entrevistados encontra-se o membro do Núcleo OAB Jovem de Londria, Dr. Mário Barbosa, que bem salientou a necessidade da imediata prestação jurisdicional do Estado.

Veja a matéria completa aqui.

(fonte: http://www.rpctv.com.br)

domingo, 28 de novembro de 2010

4º Dia do Opala

Nesse domingo, 28/11/10, ocorreu o 4º dia do Opala promovido pelo Clube dos Opaleiros de Londrina.

O Dr. Marco Antonio Ferreira, organizador do evento e integrante do Núcleo OAB Jovem, expôs sua Caravan 1977.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Colega Advogado necessita de sangue

Senhores Advogados e Advogadas,

O nosso Colega Antonio Pedro Marquezi está hospitalizado no Hospital do
Câncer de Londrina e necessita com urgência de doações de sangue.

Os que puderem fazer doação, deverão dirigir-se ao Hemocentro na Rua
Senador Souza naves nº 766.

Atenciosamente


Elizandro Pellin
Presidente


Núcleo OAB Jovem

SEXTA DE CULTURA

Aproveitando o clima da campanha de Natal, e fugindo um pouco dos poetas advogados, esta semana apresentamos para vocês uma obra de Carlos Drummond de Andrade.

A obra apresentada reflete qual deve ser o nosso sentimento, não só em época de Natal, mas em todos os dias de nossa vida.

Tenham todos um ótimo final de semana e não deixem de comentar. Sua opinião é muito importante.






AMAR

Que pode uma criatura senão,
entre criaturas, amar?
amar e esquecer,
amar e malamar,
amar, desamar, amar?
sempre, e até de olhos vidrados, amar?

Que pode, pergunto, o ser amoroso,
sozinho, em rotação universal, senão
rodar também, e amar?
amar o que o mar traz à praia,
e o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,
é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?

Amar solenemente as palmas do deserto,
o que é entrega ou adoração expectante,
e amar o inóspito, o áspero,
um vaso sem flor, um chão de ferro,
e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma ave de rapina.

Este o nosso destino: amor sem conta,
distribuído pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor a procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor.

Amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa
amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.

Carlos Drummond de Andrade



terça-feira, 23 de novembro de 2010

Campanha de Natal - Núcleo OAB Jovem



Iniciamos a campanha de Natal 2010.

Estão disponíveis nas salas da OAB do Fórum e na sede da OAB situada na João Cândido, os cartões com os dados das criança para presentearmos nesse Natal.

Assim como no ano passado, vamos colaborar com o Educação Infantil Maria Helena de Castro Costa Januário.

Pedimos, mais uma vez, o comprometimento de todos jovens advogados e advogados em início de carreira, para o sucesso dessa campanha e, principalmente, a realização de um Feliz Natal das nossas crianças.

Adote já sua criança e um Feliz Natal....

Grato.

Núcleo OAB Jovem

REUNIÃO

O Núcleo Jovem da OAB Londrina convida todos os advogados(as) e alunos de direito do 5º ano, que tiverem interesse em conhecer e participar do Núcleo, a comparecer na próxima reunião que se realizará no dia 30/11/2010, às 18:20h, na sede antiga da OAB-Londrina, Na Rua Prof. João Cândido, 344, 4º andar, Edifício Tuparandi.

Venha integrar este grupo.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

SEXTA DE CULTURA


Comemoramos no sábado, 20 de novembro, o dia da Consciência Negra, nesta semana várias entidades realizam palestras e eventos no intuito de conscientizar a sociedade do papel do negro na sociedade.

Mais uma vez, o Núcleo OAB Jovem, não poderia deixar de dar a sua contribuição, trazendo para os leitores nesta semana o advogado, poeta e abolicionista, Luís da Gama.

Bom final de semana a todos e não se esqueçam de comentar.


A Cativa


Nos olhos lhe mora,
Uma graça viva,
Para ser senhora
De quem é cativa.
CAMÕES

Como era linda, meu Deus!
Não tinha da neve a cor,
Mas no moreno semblante
Brilhavam raios de amor.

Ledo o rosto, o mais formoso
De trigueira coralina,
De Anjo a boca, os lábios breves
Cor de pálida cravina.

Em carmim rubro esgastados
Tinha os dentes cristalinos;
Doce a voz, qual nunca ouviram
Dúlios bardos matutinos.

Seus ingênuos pensamentos
São de amor juras constantes;
Entre as nuvens das pestanas
Tinha dois astros brilhantes.

As madeixas crespas, negras,
Sobre o seio lhe pendiam,
Onde os castos pomos de ouro
Amorosos se escondiam.

Tinha o colo acetinado
— Era o corpo uma pintura —
E no peito palpitante
Um sacrário de ternura.

Límpida alma — flor singela
Pelas brisas embalada,
Ao dormir d'alvas estrelas,
Ao nascer da madrugada.

Quis beijar-lhe as mãos divinas,
Afastou-mas — não consente;
A seus pés de rojo pus-me,
— Tanto pode o amor ardente!

Não te afastes, lhe suplico,
És do meu peito rainha;
Não te afastes, neste peito
Tens um trono, mulatinha!...

Vi-lhe as pálpebras tremerem,
Como treme a flor louçã
Embalando as níveas gotas
Dos orvalhos da manhã.

Qual na rama enlanguescida
Pudibunda sensitiva,
Suspirando ela murmura:
Ai, senhor, eu sou cativa!...

Deu-me as costas, foi-se embora
Qual da tarde ao arrebol
Foge a sombra de uma nuvem
Ao cair a luz do sol.


Luís Gonzaga Pinto da Gama

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

OAB - 80 ANOS


A exatamente 80 anos, uma das primeiras medidas adotadas por Getúlio Vargas ao assumir o poder, após movimento armado, foi a assinatura do Decreto nº 19.408, datado de 18 de novembro de 1930, que estabeleceu a criação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

A OAB sem sombra de dúvidas é uma das entidades mais representativas e atuantes do país. Tendo nestes 80 anos, lutado pelos legítimos interesses da sociedade brasileira, atuando de forma ética e comprometendo-se a respeitar todos os Princípios Constitucionais.

Parabéns não só à OAB pelos seus 80 anos, mas a todos os advogados do Brasil que no ardor das batalhas diárias, continuam se pautando em posturas éticas em defesa dos interesses da sociedade.

DESCONFIANÇA NA JUSTIÇA


Foi divulgado através da Agência Brasil, pesquisa realizada pelo IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, onde foram realizadas perguntas para saber a percepção da sociedade com relação aos serviços públicos.

A pesquisa aponta que os cidadãos brasileiros não confiam na Justiça.

Você concorda com a pesquisa realizada? O que poderia ser realizado para mudar a concepção dos cidadãos com relação ao Judiciário?

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

BAILE DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA

Buscando cada vez mais a integração com os demais colegas do Judiciário, bem como, para dar um descanso na rotina agitada da advocacia.

Os membros do Núcleo OAB Jovem de Londrina, Ana Paula da Silva, Camila Lucca e Mário Francisco Barbosa, prestigiaram o Baile dos Oficiais de Justiça.

O Núcleo OAB Jovem de Londrina, parabeniza os Oficiais de Justiça e os organizadores do evento.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

SEXTA DE CULTURA


Será comemorado no próximo dia 15 de novembro a Proclamação da República.

Em comemoração a esta data, o Núcleo OAB Jovem de Londrina, apresenta nesta semana um poema do bacharel em direito Augusto dos Anjos.

Um bom final de semana e um ótimo feriado para todos e não se esqueçam de comentar.

AVE LIBERTAS

Ao clarão irial da madrugada,
Da liberdade ao toque alvissareiro,
Banhou-se o coração do Brasileiro
Num eflúvio de luz auroreada.

É que baqueia a vida escravizada!
Já se ouvem os clangores do pregoeiro,
Como um Tritão, levando ao mundo inteiro,
Da República a nova sublimada.

E ali do despotismo entre os escombros,
Rola um drama que a Pátria exalça e doura
Numa auréola de paz imorredoura,
A República rola-lhe nos ombros;

Enquanto fora na trevosa agrura
Sucumbe o servilismo, e, esplendorosa,
A Liberdade assoma majestosa,
- Estrela d'Alva imaculada e pura!

É livre a Pátria outrora opressa e exangue!
Esse labéu que mancha a glória pública,
Que apouca o triunfo e que se chama sangue,
Manchar não pode as aras da República.

Não! que esse ideal puro, risonho,
Há de transpor sereno os penetrais
Da Pátria, e há de elevar-se neste sonho
Ao topo azul das Glórias Imortais!

Esplende, pois, oh! Redentora d'alma,
Oh! Liberdade, essa bendita e branca
Luz que os negrores da opressão espanca,
Essa luz etereal bendita e calma.

Vós, oh Pátria, fazei que destes brilhos,
Caia do santuário lá da História,
Fulgente do valor da vossa glória,
A bênção do valor dos vossos filhos!


segunda-feira, 8 de novembro de 2010

REUNIÃO

O Núcleo Jovem da OAB Londrina convida todos os advogados(as) e alunos de direito do 5º ano, que tiverem interesse em conhecer e participar do Núcleo, a comparecer na próxima reunião que se realizará no dia 16/11/2010, às 18:20h, na sede antiga da OAB-Londrina, Na Rua Prof. João Cândido, 344, 4º andar, Edifício Tuparandi.

Venha integrar este grupo.


sexta-feira, 5 de novembro de 2010

DIA NACIONAL DA CULTURA


É comemorado nesta data (05/11) o dia Nacional da Cultura.

O Núcleo OAB Jovem de Londrina, não poderia deixar esta data passar em branco e pensando nisso, vamos tentar levar para os leitores de nosso blog um pouco de cultura.

Desta forma, iniciaremos a partir desta data a publicação semanal de poemas, poesias, músicas entre outras formas culturais.

Começaremos hoje com um poema do Advogado Hamilton Laerte Araújo, advogado criminalista em Londrina.


ADVOGADO IMORAL


Eu quero crer na designer,

Eu desejo acreditar

Que ela tem um coração

Que sente, que sabe amar

E que, de amor ao próximo,

Está sempre a transbordar.


E aqui abro parêntesis:

De designer a profissão,

Não é trabalho que junta

A cabeça e o coração?

Sendo assim aquela carta

Brotou de que emoção?


Nessa carta, certamente,

Ausente o coração,

O que seria um clamor,

Tornou-se uma acusação,

Acusação? Digo pouco,

Houve mesmo uma agressão.


Com efeito, aos criminalistas

Ela foi endereçada.

A insensibilidade

Deixou-a incapacitada

Assim, feriu as famílias.

Todas com a mesma pancada.


"Ad-Vocare" é raiz,

É do latim, certamente.

"Chamar para si" expressa

A tradução referente.

Cristo chamou-nos assim,

Tudo o mais é conseqüente.


E para o exercício nobre,

De tão nobre profissão,

O defensor criminalista

Tem que aceitar a missão:

Cristificar-se é o começo,

É o meio, é a conclusão.



E o caminho é estreito

É espinhoso, é cruz

Porém, o mestre divino,

Com sua mão nos conduz.

Caminho, luz, defensor,

Tudo em amor se traduz.


Como exemplo veja o peixe,

E veja o sal separados,

Os dois ficam intragáveis,

Com sabor de indesejados,

Porém, juntos, são deleites

Para serem degustados.

Contudo, durante a ceia

Somente o peixe é lembrado.


Sem a presença do sal,

Que seria do alimento,

E que seria da vida

Sem do sal, O condimento?

E o gari universal

É que dá o acabamento.


"Minha terra tem palmeiras,

Onde canta o sabiá,....,”


É cantado o sabiá,

É cantado o inambu,

É cantado o chororó,

É cantado o tuiuiú,

É preciso que se cante

O valor do urubu.


Ave que, através da história,

O seu valor tem mostrado,

Até um rei-urubu

Na ciência, nominado,


No mundo, o que nele há,

Tudo tem seu valor.

Não devemos esquecer,

É a mão do criador.

Criou tudo, criou todos,

Demonstrando grande amor.

Lembremos pois do urubu,

Realcemos seu valor.


O urubu vive da sobra,

O urubu é injustiçado,

Canto assim o urubu,

E o recado está dado,

Se alguém não está de acordo,

Vá cantar na urtiga lado.


Se alguém, na sociedade,

Despreza a ave altaneira,

Deixe tudo, deixe os livros,

E se esqueça da palmeira,

Caia logo na urtiga

E se coce a vida inteira.


Assim, urubu e sal

No contexto natural,

São componentes do todo,

Têm origem divinal

E merecem, e têm direito,

Ao respeito universal.

Hamilton Laertes Araújo

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

ENCERRAMENTO - ENCONTRO DE JOVENS ADVOGADOS




O I Encontro de Advogados Iniciantes e VI Encontro de Jovens Advogados de Londrina, foi um sucesso.

Fizeram-se presentes advogados(as) das mais diversas regiões do Paraná. O que abrilhantou ainda mais o evento.

O almoço de encerramento, também ocorreu em grande estilo com a aguardada feijoada.

O Núcleo OAB Jovem, desde já, agradece a todos os advogados(as) que se fizeram presentes e não deixem de acompanhar o nosso blog.